Itamaraty confirma prisão de brasileiro na Venezuela

O Governo da Venezuela informou nesta sexta-feira (5) ao Itamaraty, que o designer gráfico brasileiro, Jonatan Moisés, que estava desaparecido desde o dia 26 de dezembro, está preso no país. O governo venezuelano não detalhou se Jonatan está preso em uma prisão ou delegacia, mas informou o brasileiro está bem.

A prisão chegou a ser anunciada na Tv estatal do país pelo militar e político venezuelano, Diosdado Cabello, no dia 27 de outubro. Segundo Cabello, o brasileiro presidiria uma ONG de fachada, que atuava na verdade como organização criminosa dentro do país; Outras três pessoas, todas venezuelanas, também foram presas.

O Itamaraty alega que teve que tratar o caso com insistência, com a ajuda da  Polícia Federal e Agência Brasileira de Inteligência (Abin), para que o governo venezuelano entregasse informações sobre o jovem. “A Venezuela está infringindo essas normas e tratados que ela é signatária, mas isso não é de hoje, isso é preocupante”, diz Alex Casado, presidente de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina.

Deixe sua opinião e comentários

Top
%d blogueiros gostam disto: